sábado, maio 05, 2007

PEIXE-ESPADA

Alinhados em fileiras, muito certinhas, tal como militares, numa parada em dia de guarda de honra. Era, o que me faziam lembrar os luzidios e prateados peixes-espada, estendidos na areia da praia da Baleeira, antes da construção do edifício da lota, em Sagres. Eram vendidos ali, depois de descarregados dos botes que os transportavam das traineiras, fundeadas ao largo da praia. Aí, depois de formados, vinha o pregoeiro que começava uma cantilena ininteligível para a maior parte das pessoas. A partir de um preço base, começavam a contar no sentido descendente. Por exemplo: se o pregoeiro achava que aquele lote de peixe valia 500$00, começava a contar: 500, 499, 498, 497, etc. Até que o preço interessasse a algum comprador que nesse momento gritava: CHUI! E pronto, já o peixe era dele por aquela quantia. E a "cantiga" era de dificil compreensão dada a rapidez com que era pronunciada.

O meu pai costumava raspar a pele com uma faca e fazia um molho com que ia pincelando as postas de peixe enquanto as grelhava. Com o aparecimento do peixe-espada preto, que sempre existiu, mas a maiores profundidades que o seu parente prateado. Comecei a fazer este prato, com este peixe, muito mais gordo e suculento que o seu primo cor de alumínio.

Faço assim: Raspo a pele ao peixe. Há várias maneiras de o fazer. Com uma faca afiada, com um esfregão de lavar louça, áspero (antes de ter servido para lavar), com uma saca de batatas, daquelas em rede, etc. Estendo o peixe em cima da bancada e esfrego até que a pele desapareça completamente. O melhor será pedir ao peixeiro que faça este trabalho. Pode ser que tenha a sorte de encontrar um que não se importe de o fazer.
Pico cebola e salsa, junto azeite, colorau, sal, piripiri e um pouco de vinho branco e mexo muito bem. Ponho as postas a grelhar e quando estão quase assadas, com o auxílio de uma colher, vou cobrindo o peixe com o molho, até que estejam no ponto de assadura que pretendo. Aí retiro da grelha e passo à fase seguinte. Vou mastigando a carne do peixinho, junto com batatas cozidas e uma saladita.

A Lota de Sagres, numa fase já posterior à da areia. Hoje, é feita no interior do edifício e, infelizmente, já não é permitido aos turistas assistir à venda do pescado.

42 comentários:

Tareca disse...

Muito bom, esse peixinho grelhado.
Assisti algumas vezes a esses pregões quando era criança. Agora, quando se ouve gritar CHUI ... é fugir que vem lá a Polícia.
Uma das vezes em que fui de passeio à Baleeira, estava uma multidão de gente. Tinha dado à costa um Anequim. Assisti à "cesariana" que lhe fizeram, "deu à luz" imensos peixe-espadas. Tiraram-me uma foto sentada no lombo do bicho, fartei-me de chorar. As maldades que fazem às crianças!!!!!

Paula19 disse...

Que belo peixe espada!
Mestre Kuka, estive à procura da lasanha vegetariana no índice de receitas. Encontrei mas o link não vai lá dar.
Sabe em que mês é que está a dita lasanha? Para não vasculhar o blog todo. EhEH!

Caiano Silvestre disse...

Saudações, Mestre.

Cristina disse...

De vez em quando lá me encho de coragem para grelhar peixe-espada em casa. Acabo sempre por me chatear, com o peixe agarrado à chapa, que por mais antiaderente que seja nunca o faz como deve ser e um cheiro terrivel pela casa inteira. Só me resta esperar pelos fins de tarde estivais, bem aí nos Algarves, para me deliciar com o peixito assado à maneira, desta feita na brasa mesmo. Com esse molho deve ficar no ponto.

foryou disse...

Só gosto de peixe-espada preto.

Mas deixo-te 1 beijo

Paula19 disse...

Obrigada: Já "roubei" a receita da lasanha.

Elvira disse...

Um dos meus peixes favoritos, sem dúvida! :-)

Pinkie disse...

Adoro peixe-espada. Com este molho deve ficar formidavel!

turbolenta disse...

Adoro peixe espada preto. É muito mais saboroso que o dito branco. Mas desconhecia este método para lhe tirar a pele.
Aliás, o meu marido barafusta e pragueja quando o assa no carvão, porque a pele fica bastante agarrada à grelha. E diz sempre: nunca mais asso disto!!
Mas... de vez em quando lá tem esse trabalhinho.
boa semana

Laranja com Canela disse...

Esse peixe espada está com um aspecto delicioso. Um destes dias ver se experimento aqui no meu quintal.

O avental disse...

Aqui aprende-se sempre. Ainda são 11 da manhã e já ia uma ou duas postas com esse belo molho e um branco fresquinho, lá isso ia.

O Chaparro disse...

belo aspecto kuka.
diz me uma dica: comprei miolo de buzio congelado p fazer feijoada. cozo o miolo em agua durante quanto tempo? ou ponho no refogado pra cozinhar logo?
obrigado

Smas disse...

Ai, Kuka, adoro peixe espada preto grelhado, mas em Macau não há, só o parente pobre prateado que se come lá por casa frito.
Vou estar nos Algarves no Verão e vou comer muito peixinho deste e com este molhinho!!!
Bjs

Elvira disse...

Já agora, Kuka, não se quer juntar à nossa comunidade de blogues gastronómicos em língua portuguesa...?

É aqui: http://www.cozinhasdomundo.com/

Um abraço.

Goretti disse...

Deve ser excelente esse seu peixe-espada! Até estava tentada a fazer, mas não basta ter um grelhador para se conseguir um bom peixe grelhado :)

turbolenta disse...

Olá Kuka
Daqui a pouco já posso experimentar as suas favas...
é que aqui no meu quintal crescem a olhos vistos!!
Temos faval à maneira!!
bom fim semana

Docescozinhados disse...

Adoro peixe espada preto! É dos peixes favoritoslá de casa! E quase sempre grelhadinho na brasa de lenha! Se só com azeite é tão bom, imagino com este molhinho! Por acaso o peixe que comprei ontem mandei partir em filetes mas hei-de experimentar o seu molho!
É que não demora muito até comprar outro e como que o assa na brasa gosta de assar e de comer ..... lolol

foryou disse...

Vim matar a fome
lol

chalabi red disse...

Gostei da história, da receita e das fotos. Também assisti a algumas lotas feitas assim em S. Martinho do Porto. Vendiam-se belos lavagantes, santolas e lagostas.

Didas disse...

Juro que nunca tinha visto este peixe com tão bom aspecto!

Natércia disse...

Adoro peixe espada com esse molhinho,faz crescer água na boca...Natércia

Amélia do Benjamim disse...

Adoro peixe espada grelhado!

Sandokan disse...

Esta noite, o luar
é um corpo branco de mulher
no azul do ar,
reclinado,
roçando a fronte do poeta
eternamente dos céus enamorado.

Mas eu sou teu Amigo,
companheiro de
longas caminhadas.
Amigo
que não esquece a estrada,
porque ela é
uma doença romântica,
um assunto do coração,
uma metáfora da vida.
Anda, vem caminhar comigo
indiferente
a esta mais longa e
violenta caminhada,
porque terás sempre
a minha
SOLIDARIEDADE

*

Vem comigo, então, ao
http://lusoprosecontras.blogspot.com

EMN disse...

Que bom aspecto que este peixinho tem.......

Um dia vou-te visitar. hehehehe

beijo

emn***

Lilith disse...

Deixei-te um desafio no meu blogg!

June disse...

Costumo grelhar o peixe espada só com sal mas esse temperozinho parece-me bem.
E Kuka, que saudades da lota velha de Sagres, de ver o peixe fresco, o marisco, as coisas boas que o nosso mar dá.
É por isso que eu gosto tanto deste blogue(receitas com história à mistura).

Um abraço

foryou disse...

Não há comida nova?? Foi de férias e deixou-nos famintos?? aiiii

turbolenta disse...

Eu bem tenho vindo aqui espreitar mas não há novas comidinhas, boas, saborosas e bem apresentáveis.
Por isso, sempre vou dizendo:
O Kukas tem muitos(as) admiradores(as)
Não se esqueça que o queremos de volta!
bom fim de semana

belinha disse...

Isto é publicidade gratuita porque se votar na Bruxinha que queria ser selo dos CTT não ganha nada com isso!Mas ela agradece do fundo do caldeirão!

Cindy disse...

O seu peixe tem muito bom aspecto, mas queremos saber um pouco mais de si, sem ser cozinhados!
Tem um desafio à sua espera no meu blog!
Beijokitas

disse...

Antes de mais parabéns pelo blog!
Convido-o agora a visitar:

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/

Futebol e política num só!
Obrigado!

Afinador de Sinos disse...

Gosto muito do seu blog e, também, de Sagres, onde já morei. Tive o prazer de o nomear para um concurso que circula na blogosfera. Acredite que acho a nomeação inteiramente merecida.
Por favor visite o meu blog para se inteirar

Smas disse...

lá, desaparecido!
Nomeei-te para um prémio do blog com tomates.
Bjs

Carla disse...

Uhhmmm!!! Delicioso Kuka! Muito bom mesmo! Obrigada pela receita. Vou perguntar à minha mãe, que é algarvia de Vila Real de St. António, se conhece esta versão de peixe espada...
Beijinhos

vivi disse...

Caro chef,

A sua escrita lembram-me os nove anos em que senti esse Soeste de frente e os fins de tarde púrpura em que me estendia nas Areias da Ria, que é por certo mais do que Formosa. Ai....o cheirinho do tomilho pela Serra de encantos e as estevas a sorrir para a maresia desse Azul.

Tenho saudades daquelas cenorinhas que vocês servem como entrada. Diga-me como se fazem.E, já agora, aquelas azeitoninhas britadas que, normalmente, se apresentam ao lado.

Bem haja.

2Pintas disse...

ai a minha gula...ai a minha dieta!? pois com estas delícias perco vontade de manter a linha!
passei por aki mestre para lhe desejar uma óptima semana!
beijinhos

Paulo disse...

Gosto imenso deste peixe grelhado, e depois acompanhado com batatas cozidas com casca, generosamente regados com molho poveiro.
Do melhor!

Lídia Amorim disse...

Chef Kuka...

Sabes como posso fazer molho de coco???

Espero resposta...

Marcia disse...

Trank
lindo peixe, água na boca.
Espero encontrar com o preto lá pelos lados de Ubatuba, SP, Brasil. ainda não os vi.
espero visita

receitinhas da belinhagulosinha disse...

mas k lindo peixe espada
parabens k molhinho delicioso
é com os grandes mestres k aprendemos
bjokas

risonha disse...

mestre kuka, eu como vivo em sagres fiquei toda "babosa" de ver aqui uma referência á minha terra... beijinhos

Conceição Felipa (Brasil) disse...

Boa tarde, meu nome é Conceição e moro no Brasil. Meus pais são Medeirenses, e sempre falam no peixe espada preto, que aqui não há da preta só da prateada, meus pais falam que não é o mesmo sabor. Mas não desisti e continuei a procurar, até que hoje o encontrei, vem de Lisboa, em caixas. O encontrei no Mercado de Pinheiros. Vou copiar o seu molho e vou fazer no sabado para meus pais, eles ainda não sabem, vai ser uma grande surpresa. Comprei tbém milho (fubá) branco, para acompanhar. Podes me ajudar com uma receita de caldeira de espada preta. Muito abrigado. Conceição Felipa (Brasil)