quarta-feira, agosto 02, 2006

BATATAS SALTEADAS




Era assim que o meu saudoso amigo Peter, companheiro de muitas pescarias, Alemão de nascimento e Português por adopção, fazia para guarnecer a maior parte dos pratos que servia no seu restaurante. Cozia as batatas com a casca - porque será que depois de cozidas a casca se transforma em pele??? - Metia ao lume uma enorme e pesada sertã de ferro, regava-lhe o fundo com um fio de azeite, pelava as batatas e cortava-as em rodelas para dentro da gigantesca frigideira, "salpimentava"(como dizem "nuestros hermanos"), e ía volteando as batatas agarrado ao cabo da frigideira (com as duas mãos,visto ser tarefa impossivel com uma só, dadas as dimensões e o peso desta), até que as batatas se apresentassem lourinhas. Polvilhava com pão ralado, dava mais umas voltitas para alourar também o pão, espalhava salsa picada por cima, e aconchegava-as nas travessas ás saborosas e descomunais febras ou costeletas de porco panadas, que os clientes (maioritáriamente Germânicos) devoravam e afogavam com grandes e espumosas canecas de loira e borbulhante cerveja, que consumiam como se tivessem chegado a um oásis, depois de terminada uma longa e seca travessia do deserto.

Faça isto em frigideiras anti-aderentes, numa frigideira normal as batatas pegam-se ao fundo e têm tendencia para se desfazerem. As frigideiras do Peter não "pegavam" porque só serviam para este serviço e nunca eram lavadas com esfregões nem produtos abrasivos.Na verdade, nunca o vi lavá-las com água e detergente. Queimava-as na chama do fogão, deitava uma pinga de óleo, bastante sal, e esfregava enérgicamente com papel higiénico, (dizia que eram mais baratos que os rolos de cozinha). Ficavam polidas e brilhantes, após o que, as pendurava por cima do fogão, ficando ali mesmo à mão de semear para nova utilização.

20 comentários:

Carla Isabel disse...

Até cresce a água na boca!!!!

Isso não se faz a uma grávida!!!!

Que bom aspecto essas batatinhas!!!!

Bjs
Carla

Santa Cita disse...

Oh amigo!

Ele é liçóes de culinária, ele é apreciação gastronómica e agora... manual de higiene e limpeza. Isto já não é um blogue é um curso de formação profissional!

Tareca disse...

Kuka ...
Será que tu existes mesmo? Tenho dúvidas!!!!
Bjocas

Sandra J. disse...

E eu que andava à procura desta receita!
QUe bom!
Bjs

valentina disse...

Gosto muito de batatas e adorei esta forma de prepará-las.

Elvira disse...

Mas que aspecto mais bonito! Até estou a babar para cima do teclado! :-))

Rui Pedro disse...

Que óptimo aspecto!

O Chaparro disse...

gosto muito. boa lembrança, chefe kuka. bom fim d semana

Bbel disse...

Puxa vida! Isso daqui é uma delícia!!! Como só descobri hoje, como??
Ai, ai, e este é o verbo que mais faz bem aos olhos e estômago...

Um abraço,

Karen disse...

Gostei! E achei interessante esse novo emprego do papel higiênico!

tixa disse...

Fiquei com os olhos postos no empadão de arroz... *baba-se*
;)

ana martins r disse...

A publicidade blogueira é assim!!
Cá está mais uma "cozinheira" para aprender novos cozinhados!!
Estas batatas prometem!
Já as salteei (mas fritas) em manteiga e alho... também ficam uma delícia!
Vou ler o resto!

Beijokitas boas e boa semana!

Mixikó disse...

ai que maravilha...estou a aprender muito aqui Kuka...hoje vou fazer essa batatas ao jantar...
este post está belo, magnifico...deliciosamente escrito...há de tudo...rica informação para todos os gostos.Parabéns Kuka

Mónica disse...

Mas porque é que as pessoas vão à farmácia comprar vitaminas para abrir o apetite??

bastava abrir o blog do Kuka!

;-)

mais uma receita deliciosa! Parabéns Chef

Paula disse...

Hummmmmmmm, já fiquei com água na boca.

Que aspecto fantástico tem estas batatinhas.

Obrigada por partilhares connosco estas maravilhas.

Baby disse...

Na cozinha de Mr Kuka todos os dias se aprende alguma coisa.
Bom fim de semana
Moiro

2pintas disse...

adoro batatas feitas de todas as maneiras e esta é mais uma (nova)ideia! assim posso variar meu cardápio! um abraço e beijinho ao nosso mestre KuKa!:)

o avental disse...

Lindas e, apesar do pão ralado, portuguesíssimas batatas. De facto acompanham qualquer prato.

Tia Cremilde disse...

que bela sugestão... mais uma facadinha dna dieta!!

bom fim de semana querido KUKA.

Anónimo disse...

Outra forma óptima de fazer "renascer" as batatas, é fritá-las normalmente, e quando se tiram da fritadeira, deitam-se numa tijela onde está alho picado(muito picadinho), oregãos e sal! Ficam espéctaculares e é super fácil!
Parabens pelo blog!
MM